quarta-feira, 11 de abril de 2012

Me vejo...

Porque me vejo assim tão imperfeita e assimétrica.... Por que assim me vejo a gostar mais de mim?

Nas formas que não cabem métrica... Assimétricas formas... Me vejo...

Gosto do que vejo... Me gosto... Gosto do que sou!


3 comentários:

Xisto Bueno disse...

Ah, mas isso não vale!
É muito fácil gostar de vc.
E se não tem metro, tem ritmo.
No mais, "assimétrica",
desmembrando, fica
"assim métrica".
Então tem ritmo e, mesmo
assim métrica. =)

Daniela Vila Nova de Carvalho disse...

Xisto Bueno,

Amei a brincadeira...

E é muito fácil gostar de você também!

Assim sigo embalando ritmadamente você em meu coração!

Beijo Diplomata!

Alê disse...

Se aceitar, se amar como és: fundamental,


E difícil por vezes,


mas fundamental,


bjkas